header

Menu Principal

Cooperativismo

Serviços

Informativo

Cursos/Concursos


Receber HTML?

Constituição de Cooperativas PDF Imprimir E-mail
Escrito por admin   
Qua, 25 de Novembro de 2009 20:41
Como formar uma cooperativa?

Decididos a tratar conjuntamente de interesses comuns, o grupo deve buscar informações para confirmar se a formação de uma cooperativa é a solução mais adequada para o atendimento de suas necessidades.

As pessoas devem discutir, em várias reuniões, sobre o significado dessa atitude, pois ao fundar uma sociedade cooperativa cada participante irá assumir um compromisso econômico e social.

Questões para discussão do grupo que objetiva criar uma cooperativa

Todos sabem quais são os seus objetivos?
Qual é o negócio da empresa e como está a situação da atividade no mercado?
Quais os princípios e forma de funcionamento das cooperativas?
Formar a cooperativa é a melhor solução?
Será que já não existe uma cooperativa que atenda aos interesses do grupo?
Quais as experiências que os membros do grupo conhecem?
Todos sabem os direitos e deveres dos cooperantes?
Todos têm condições de cumprir com o compromisso de colaborar com o capital fixado para constituir a empresa cooperativa?
O capital a ser arrecadado permite cumprir com as despesas de funcionamento do negócio?
Para facilitar o processo pode ser eleita uma comissão que ficará responsável por providenciar as medidas necessárias ao registro da entidade, Para que este esforço conjunto seja produtivo e atinja seus objetivos sociais é importante que todos tenham a clareza de que a participação é fator essencial.

Passos

Para formar uma cooperativa, devem existir, no mínimo, 20 (vinte) pessoas interessadas.
Após todos os esclarecimentos e uma decisão positiva, o grupo deve eleger uma comissão responsável pelas providências necessárias.
A comissão deve contactar o Sindicato e  Organização das Cooperativas do Estado do Amapá (OCB/AP), para receber as corretas orientações de como constituir a cooperativa.
A comissão, baseada no estatuto-modelo da OCB/AP, deve redigir uma proposta, adequando-a as necessidades específicas do seu grupo. O estatuto deve expressar os interesses e necessidades da sociedade, incluindo as regras de funcionamento, podendo ser alterado quando a maioria julgar necessário. Estatuto é a lei orgânica de uma cooperativa.
A proposta elaborada é distribuída a todos os interessados, que, após estudá-la, realizam várias reuniões até chegarem a um acordo.
A comissão convoca, com ampla divulgação e antecedência, todos os futuros associados para a Assembléia Geral de fundação da cooperativa.
De posse da ata da assembléia, assinada por todos os associados fundadores da cooperativa, e de outros documentos solicitados, a comissão realiza o registro da sociedade na Junta Comercial.
Esse registro define perante a Lei um contrato de responsabilidades entre os sócios. Ao mesmo tempo, perante aos sócios mais segurança e possibilita que o empreendimento faça parte de um sistema de cooperativas que ocupa significativa parcela da economia.
Como ingressar numa cooperativa

Existem cooperativas em todo o território brasileiro e, como estão sempre abertas à participação de novos associados, nem sempre é necessário formar uma cooperativa.

A cada novo sócio, as organizações cooperativas aumentam seu potencial. Toda pessoa é importante, e os associados devem buscar novos integrantes, ampliando a capacidade de trabalho e de capital da sociedade e possibilitando um maior número de beneficiários.

O principal não é formar novas cooperativas, mas sim expandir a prática cooperativista junto à população.

PASSOS PARA A CONSTITUIÇÃO DE UMA COOPERATIVA


1. Procurar a OCB/AP

2. Identificação de um grupo de, no mínimo, vinte pessoas com um objetivo econômico em comum que, entre outras alternativas analisadas, decidem por constituir uma cooperativa.

3. Estudo de viabilidade econômica da cooperativa, conforme formulário fornecido pela  OCB/AP.

4. Elaboração de uma proposta de estatuto, conforme modelo fornecido pela OCB/AP.

5. Edital de convocação da Assembléia Geral de Constituição, constando data, local, horário e pauta dos assuntos, entre os quais necessariamente: análise, discussão e votação do estatuto; eleição do Conselho de Administração, do Conselho Fiscal e, se for o caso, do Conselho de Ética; tomada de posse dos eleitos.

6. Ata da realização da Assembléia Geral, com votação do estatuto da cooperativa e eleição dos conselheiros, devendo constar no estatuto, no mínimo, a denominação e sigla da cooperativa, endereço da sede e foro, prazo de duração, área de ação, início e encerramento do ano social, objetivos da cooperativa, forma de administração, direitos e deveres dos cooperantes, com assinatura de todos os participantes. O Sistema OCB dispõe de um modelo de ata.

7. Comprovante de Registro no Cadastro Nacional da Pessoa Jurídica – CNPJ.

8. Documento de Registro na Junta Comercial.

9. Documento de Cadastro na  OCB/AP.

10.Comprovante de Alvará de Funcionamento.

LAST_UPDATED2
 

E-mail

Enquete

Os cursos oferecidos pelo SESCOOP-AP, estão atendendo as cooperativas do Estado do Amapá
 

Programas

Galeria de Imagens